THEYLLO OLIVEIRA, SILVANA CARVALHO, LUCIANO LOPES, JOANILSON MELO E TATIANE GONÇALVES DE JESUS



Vencedor(a) no Prêmio de 2014, na Categoria Agentes Vencedores

Boa comunicação, poder de negociação e carisma são algumas características essenciais aos agentes de crédito. E essas qualidades não faltam aos vencedores desta edição: Joanilson Vicente de Melo, do Banco do Nordeste – Paraíba, Luciano Gonçalves Lopes, do Banco do Nordeste – MG/ES, Silvana Pereira de Carvalho, do Banco do Nordeste – Vitória da Conquista, Tatiane Gonçalves de Jesus, do Banco do Povo – Crédito Solidário, e Theyllo da Silva Oliveira, do Banco do Nordeste – Fortaleza.

Agentes de crédito contribuem para o sucesso dos clientes

Assim como muitos de seus clientes, Silvana Pereira de Carvalho, 32, de Guanambi (BA), superou grandes desafios para chegar onde está. Como morava na zona rural da cidade, estudou até a antiga 4ª série na infância e só aos 15 anos pôde continuar os estudos, ao se mudar, sozinha, para a área urbana. “Consegui primeiro um emprego de babá, em que dormia na casa dos meus antigos patrões, e com isso pude me manter na cidade, enquanto estudava à noite”, conta Silvana, que se formou em Pedagogia e é agente do Banco do Nordeste – Vitória da Conquista desde 2007.

Responsável pela indicação da “empreendedora do ano”, Silvana, que tem dois filhos pequenos, Heitor, de 3 anos e meio, e Davi, de 1 ano e meio, percorre cerca de 1.200 km por mês, de moto, para visitar uma média de 150 clientes, de um total de mais de 650, nas cidades de Guanambi, Caetité e outros distritos da região. “Faça chuva ou faça sol temos que chegar até os clientes. Para ser agente de crédito é fundamental ter afinidade com a função, fazer com amor, trabalhar com alma e coração”, afirma Silvana.

Quem também percorre em média essa distância todos os meses para atender mais de 700 clientes no total é Luciano Gonçalves Lopes, 24, de Capelinha (MG). Trabalhando há apenas um ano como agente de crédito no Banco do Nordeste MG/ES, já foi o responsável pela indicação da empreendedora vencedora na categoria até 180 mil reais. “Nesse pouco tempo já percebi como nosso trabalho é importante para os microempreendedores, pois a visita e o acompanhamento são fundamentais para que eles usem o crédito para crescer nos negócios”, conta Luciano, que pretende fazer faculdade e se casar no ano que vem.

Agente de crédito há dois anos no Banco do Nordeste – Paraíba, Joanilson Vicente de Melo, 28, de João Pessoa (PB), conhece bem a importância do seu trabalho para os microempreendedores porque já esteve “do outro lado”. Ele tinha um comércio na área de confecção e era cliente do Crediamigo [programa de microcrédito do Banco do Nordeste] antes de trabalhar como agente de crédito. “Desisti do negócio porque não conseguia conciliar com os estudos e queria mais estabilidade e possibilidade de ter numa carreira, mas sempre digo para os clientes não desistirem de seus sonhos, se o sonho for crescer num negócio. No meu caso, não era”, conta Joanilson, vencedor na categoria “agente com mais indicações”.Visitando uma média de 120 clientes por mês, Joanilson precisa tomar de sete a oito ônibus por dia para chegar a todos os locais. “É uma rotina corrida, mas gosto muito do clima da empresa, desse dinamismo e de poder interagir com os clientes”.

Foco na carreira

Com apenas 19 anos, Theyllo da Silva Oliveira, de Fortaleza (CE), foi o agente do Banco do Nordeste – Fortaleza que indicou a empreendedora vencedora na categoria até 60 mil reais. Mas a relação profissional dele com a IMF já tem três anos, pois ele começou a trabalhar lá como jovem aprendiz. “Com muita força de vontade procuro sempre me aperfeiçoar. Terminei o ensino médio no ano passado e quero fazer faculdade de Ciências Contábeis. Pretendo melhorar a cada dia e sempre cumprir minhas metas”, afirma Theyllo, que também atende cerca de 750 clientes no total.

Há sete anos trabalhando no Banco do Povo – Crédito Solidário e há três como agente de crédito, Tatiane Gonçalves de Jesus, 32, também investe em sua formação para se aperfeiçoar e atender cada vez melhor o cliente. “Sou formada em Gestão Financeira e pretendo fazer Administração ou Psicologia ainda, porque afinal acabamos sendo um pouco psicólogos dos clientes também”, brinca.

Para Tatiane, que indicou o empreendedor vencedor na categoria até 360 mil reais, ser agente é um desafio muito grande, mas também é gratificante: “Nós vivenciamos as dificuldades dos clientes, acabamos fazendo parte da vida deles. Quando um deles ganha um prêmio como esse é como se nós tivéssemos ganhado juntos!”. Com tanto entusiasmo pela profissão, não é de se estranhar que sua filha Kamilly Vitória, de 10 anos, queira seguir seus passos: “Ela adora brincar de agente de crédito, pega meu crachá, fica carimbando uns papéis… Acho que de tanto ouvir minhas histórias, acabou se apaixonando pela carreira também”, orgulha-se Tatiane.


Por Vanessa Prata
www.pcmm.com.br/vencedor/theyllo-oliveira-silvana-carvalho-luciano-lopes-joanilson-melo-e-tatiane-goncalves-de-jesus/

Compartilhe: